Notícias

Câmara Municipal avança com pedido de impeachment do prefeito de Mauá

A Câmara Municipal de Mauá aprovou ontem (20) o avanço do pedido de impeachment do prefeito Atila Jacomussi (PSB).

O chefe do Executivo, que retornou ao cargo após dois meses de prisão, é acusado de cometer crime de responsabilidade por ficar afastado de suas funções.

Apenas dois vereadores votaram contra o andamento do pedido de impeachment. São eles: o pai do prefeito, Admir Jacomussi (PRP), e o governista Ricardinho da Enfermagem (PTB).

Há um segundo pedido de cassação tramitando na Câmara, protocolado pelo PT, que acusa Atila de quebra de decoro após ser acusado pela Polícia Federal de receber propina de prestadoras de serviços da Prefeitura.

De acordo com vereadores ouvidos pela reportagem, as discussões em torno do impeachment devem se estender até o mês de abril. Até lá, Jacomussi pode ser atuando como prefeito da cidade.


Compartilhe!
  • 171
    Shares