Notícias

Prefeito de Mauá sugere nova PPP da Sama após vetar Odebrecht

Atila Jacomussi, prefeito de Mauá, tem idealizado transferir o serviço de distribuição de água para a iniciativa privada. Para alcançar esse objetivo, o gestor sugeriu uma nova PPP (Parceria Público-Privada), anulando o contrato com Odebrecht Ambiental, mais conhecida atualmente como BRK Ambiental.

Jacomussi diz que essa atitude foi em parte influenciada pelo fato de que os apoiadores da antiga PPP, que fazia laços com a Odebrecht, estão sendo investigados pela Operação Lava Jato e que o ex-prefeito Donisete Braga (PT) teria recebido doações de campanha para manter o acordo com a empresa, favorecendo-a.

A Prefeitura ainda não decidiu se anulará a PPP da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá).